Como aplicar o lifelong learning na vida profissional

O aprendizado ao longo da vida, ou, em inglês, lifelong learning reúne as principais características que o mercado busca atualmente – proatividade, aprendizagem contínua, inovação e desenvolvimento de habilidades socioemocionais.

Por isso, saber como aplicar o lifelong learning na sua rotina pode ser um diferencial importante para melhores oportunidades profissionais.

Os quatro pilares desse conceito levam o learner a compreender o conhecimento como um processo prazeroso, sem um fim em si próprio, e com o objetivo do aprimoramento técnico e pessoal constante.

Quer saber como aplicar essa metodologia no seu dia a dia? Continue conosco! Por aqui você irá encontrar os seguintes tópicos:

● Qual o conceito de lifelong learning?
● Quais são os 4 pilares do lifelong learning?
● Benefícios do lifelong learning para o dia a dia
● Como podemos aplicar o lifelong learning no nosso dia a dia

Qual o conceito de lifelong learning?

De forma geral, lifelong learning é uma metodologia de aprendizado contínuo. Em português o termo pode ser lido como “aprendizado ao longo da vida” e engloba a noção de que o conhecimento não tem um fim em si próprio e deve ser absorvido constantemente.

Em um cenário social que vê o acrônimo VUCA (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo) ser ressignificado para BANI (Brittle, Anxious, Nonlinear, Incomprehensible ou Frágil, Ansioso, Não-linear e Incompreensível em português), é preciso ter a adaptação como palavra de  ordem.

Inclusive, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Linkedin, até o fim de 2022 é previsto que a tecnologia seja capaz de substituir mais de 70 milhões de empregos no mundo. Ou seja, investir em um mindset que considere o aprendizado uma prática contínua virou uma grande necessidade dos tempos atuais.

O próprio Linkedin possui uma página específica para cursos gratuitos para contribuir com essa demanda pós-pandemia e com o desenvolvimento da adaptabilidade.

lifelong learning

Quais são os 4 pilares do lifelong learning?

O conceito de lifelong learning já é amplamente difundido em muitos lugares do mundo, como é o caso dos EUA.

Por lá, uma pesquisa Pew Research Center revelou que 73% dos americanos adotam a teoria do lifelong learning e se consideram aprendizes contínuos. A metodologia reúne quatro pilares principais:

1. Aprender a conhecer
2. Aprender a fazer
3. Aprender a conviver
4. Aprender a ser

Você pode entender todos eles com profundidade, aqui!

Benefícios do lifelong learning

Para entender a importância de se aplicar o lifelong learning na sua rotina, é preciso conhecer os benefícios por trás dessa metodologia. Já falamos disso em um conteúdo exclusivo, que você recorda aqui.

Entretanto, de forma geral, as vantagens são:

● Incentiva a inovação
● Desenvolve habilidades requisitadas no mercado de trabalho
● Incentiva desafios
● Conecta você às novidades do mercado
● Desenvolve o domínio das tecnologias
● Trabalha a ideia de metas

Os benefícios do lifelong learning são diversos e estão alinhados às mudanças de paradigmas que a educação tem experimentado.

Como aplicar o lifelong learning na vida profissional

Adotar o lifelong learning na sua rotina profissional é um diferencial competitivo. Além de aguçar a sua motivação para novos conhecimentos, faz você desenvolver habilidades e competências variadas – desde as hard até as soft skills.

1) Invista em treinamentos e cursos otimizados

Atualmente a internet guarda diversos conteúdos que você pode acessar e se capacitar de um jeito prático. Investir naqueles que são mais direcionados aos seus propósitos pode ser uma ótima oportunidade. Procure por cursos gratuitos em plataforma qualificadas, como:

Captarmais
Linkedin Learning
Descomplica
Udemy
Conquer

Inclusive, uma das tendências de educação de 2022 é o “microlearning“: conteúdos mais otimizados que podem ser consumidos com rapidez e em qualquer lugar devido à portabilidade.

2) Expanda suas fontes de conteúdo

Para aplicar o lifelong learning no seu dia a dia, você precisa se dedicar a aprender assuntos específicos da sua área e também os assuntos genéricos de coisas que estão ao seu redor.

Por isso, diversificar as plataformas de conteúdo que você consome é um passo essencial. Busque sites diversos para entender sobre um determinado assunto, varie para podcasts, livros e afins. Esteja aberto a entender diferentes pontos de vista sobre um mesmo assunto.

3) Pratique a metodologia

Uma das partes mais difíceis do processo de lifelong learning é torná-lo uma prática corriqueira. Para isso, comece com pequenas metas, pequenos passos diários para que, eventualmente, essa metodologia seja algo natural no seu script de atividades. Separe alguns minutos do seu dia para executar o compromisso de absorver algum tipo de conhecimento.

Mas, esteja concentrado nesse processo e garanta que ele seja um momento exclusivo para isso. Assim, seu cérebro irá assimilar que isso faz parte da sua rotina.

4) Use as redes sociais ao seu favor

Atualmente passamos boa parte do nosso dia rolando os feeds das redes sociais, sejam elas Linkedin, Instagram ou Facebook. Use esse tempo ao seu favor: acompanhe produtores de conteúdo que tenham similaridade com os seus propósitos profissionais e que agreguem informação.

5) Aproveite e atualize o Linkedin

Depois de seguir os perfis mais alinhados às suas estratégias, garanta que seu Linkedin esteja atualizado. Assim, você se prontifica a sempre aprender algo para compartilhar com a rede e ainda é notado por recrutadores.

6) Não tenha medo do networking

Uma das habilidades trabalhadas com o lifelong learning é a coragem para compartilhar ideias. Aproveite também para alimentar sua rede de networking, ir a eventos e trocar informações sobre variados assuntos.

Você também pode aplicar o lifelong learning de algumas outras formas. Continue a leitura aqui!
_________________________________________

Aprendeu como aplicar o lifelong learning no seu dia a dia? Por aqui você encontra outros conteúdos que podem auxiliar na implementação do conceito. Confira:

Conheça os pilares do lifelong learning
Benefícios do lifelong Learning
Lifelong learning como necessidade de mercado
Lifelong Learning nas organizações