Por que o lifelong learning é uma necessidade do mercado de trabalho atual?

Falar no conceito de lifelong learning no mercado de trabalho é pensar em um perfil de profissional que se desafia constantemente.

Os termos “zona de conforto” e “estabilidade” ficaram para trás, seja no ramo da educação ou em qualquer outro, e deram lugar à aprendizagem com propósito.

As tecnologias impuseram às formas de relacionamento da sociedade uma adaptação frente à velocidade, disponibilidade de informações e dados, além da competitividade de atenção.

Neste cenário, é mais completo profissionalmente aquele indivíduo que lida com esses estímulos externos, decodifica informações importantes em meio a tantas possibilidades e detém competências e habilidades capazes de mantê-lo são e operante.

É por isso que as pesquisas profissionais apontam que as soft skills continuam em gradação positiva perante ao que os recrutadores julgam importante nos candidatos.

Além disso, as vagas que preconizam criação, olhar social e trabalho colaborativo também ganham espaço.

Você sabe como o lifelong learning pode contribuir para um bom aproveitamento desse contexto? É o que descobriremos abaixo.

lifelong learning mercado de trabalho

O mercado de trabalho em 2022

Adotar os pilares do “lifelong learning” significa não tomar o conhecimento como uma rota com início, meio e fim.

Há sempre o que aprender e diferentes formas de fazer isso, tanto os conhecimentos específicos, quanto os genéricos.

De acordo com o mais recente levantamento do Linkedin, as 25 profissões que estiveram em alta nos últimos 4 anos levaram esses tópicos em consideração.

Dentre elas estão as áreas da tecnologia, ciência de dados e design – ou seja, as que necessitam de um aprendizado contínuo e atualizado.

Por isso, especializações estão em alta e são uma necessidade do mercado. É o que diz Milton Beck, Diretor Geral do LinkedIn para a América Latina.

As habilidades comportamentais continuam sendo essenciais, mas estamos vendo uma procura maior por especialização nestas áreas. Vale dizer que este cenário está se replicando em diversos países e a necessidade das empresas por cargos de tecnologia aumenta ano após ano”, diz.

Confira as 25 profissões que cresceram e vão continuar se destacando no mercado de trabalho

1. Recrutador especializado em tecnologia;
2. Engenheiro de confiabilidade de sites;
3. Especialista em cibersegurança;
4. Engenheiro de dados;
5. Representante de desenvolvimento de negócios;
6. Engenheiro de machine learning;
7. Gestor de tráfego online;
8. Pesquisador em experiência do usuário;
9. Analista de desenvolvimento de sistemas;
10. Cientista de dados;
11. Desenvolvedor de back-end;
12. Engenheiro de robótica;
13. Gerente de engajamento;
14. Engenheiro de qualidade;
15. Gerente de equipe de produto;
16. Arquiteto de dados;
17. Líder de experiência do cliente;
18. Analista de soluções para negócios;
19. Analista de design;
20. Analista de gestão de riscos;
21. Consultor de design de produto;
22. Coordenador de vendas internas;
23. Designer de conteúdo digital;
24. Enfermeiro intensivista;
25. Instrutor de Agile.

Como o lifelong learning se conecta ao mercado atual?

Em resumo, o lifelong learning, ou aprendizado ao longo da vida, compreende a percepção de que o conhecimento é um processo contínuo, que não tem um fim em si mesmo e nem em um objetivo específico.

Por isso, incentiva seus adeptos a estarem sempre à procura de formas de absorver conhecimento e informações que gerem transformações em suas rotinas, realidades e nos espaços que frequentam.

Assim, o lifelong learning contribui para um profissional mais completo e, consequentemente, com mais espaço de atuação.

Outras características importantes para o mercado atual e que o conceito potencializa em quem o adota são:

● Torna o aprendizado um processo prazeroso
● Engaja seus adeptos em uma jornada contínua de conhecimento
● Contribui para o desenvolvimento tanto de competências comportamentais, quanto de competências técnicas
● Expande o universo de quem adota a metodologia e por isso auxilia a tomada de
decisão mais criativa, empática e otimizada
● Ressignifica as palavras frustração e fracasso
● Prevê que o conhecimento adquirido deve ser compartilhado

———————————————–
Conhece empresas que já utilizam a prática lifelong learning em seus valores e propósitos? A Inicie é uma edtech que prioriza esse como um de seus pilares de sustentação nos projetos de transformação educacional. Conheça nossa metodologia aqui.

E leia mais dos nossos outros conteúdos no blog.