Blog

Formação continuada de professores: como prepará-los para trabalhar no ambiente digital

A prática docente envolve diversos desafios diários, desde o relacionamento com os estudantes, capacitação até a atualização profissional dos educadores. Para isso, a formação continuada de professores é uma das estratégias mais utilizadas pelas instituições de ensino.

 

Em um cenário pandêmico, que reúne ainda mais elementos desafiadores — a começar pelo distanciamento social recomendado, que resulta em aulas remotas e/ou híbridas —, torna-se ainda mais importante que os professores possam contar com este tipo de recurso.

 

O aprendizado sobre o uso de meios digitais no processo educacional é um exemplo do que não fazia parte da jornada da maior parte dos educadores, que já possuem suas graduações e demais qualificações acadêmicas para estar onde estão. Por isso, conhecer caminhos para investir em formação continuada como forma de capacitar professores para o trabalho no ambiente digital vem sendo tão importante.

 

Continue a leitura deste artigo e saiba como colocar isso em prática junto aos profissionais da sua escola ou universidade!

 

O que é e qual a importância da formação continuada de professores

 

O entendimento a respeito da necessidade da aplicação da formação continuada de professores passa pelas mudanças que ocorrem dia após dia na sociedade. Desde novas diretrizes educacionais que são implementadas, como a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), até a evolução das necessidades do mundo digital, conectado e do mercado de trabalho.

 

Todos esses aspectos resultam na necessidade de constante atualização das práticas profissionais docentes, uma vez que a educação e os professores precisam se adaptar ao que é novo.

 

Além do acompanhamento às necessidades dos estudantes, a formação continuada de professores tem um papel muito importante no que diz respeito à atualização de metodologias de ensino. Especialmente em tempos de pandemia, a implementação de novas formas de manter a atenção, o interesse e o engajamento dos alunos.

 

A educação é viva e se transforma dia após dia a partir das necessidades dos atores envolvidos nesses processos. Assim, acompanhar tudo isso e garantir um ensino de qualidade constituem os principais pilares de importância da formação continuada de professores enquanto processo constante de aperfeiçoamento das práticas docentes.

 

Dentre os principais motivos que refletem a importância do investimento em formação continuada de professores, estão:

 

  • atualização do conhecimento dos professores;
  • alinhamento dos professores com os objetivos da instituição;
  • melhora da qualidade de ensino;
  • atração e fidelização de alunos pela oferta de aulas interessantes e adaptadas à realidade deles;
  • motivação dos professores
  • criação de diferencial competitivo para a instituição pelo caráter inovador atribuído

 

Como preparar professores para o trabalho em ambiente digital

 

A realização das atividades escolares de forma remota é, sem dúvidas, um dos maiores desafios impostos aos educadores durante o período da pandemia. A necessidade de adaptação a este modelo surgiu de forma intensa devido à imposição do distanciamento social que fechou as escolas durante um tempo e suspendeu as aulas presenciais em outro período.

 

O que por um lado trouxe acelerou a grande ganho em termos de adesão da educação à tecnologia, — no sentido de que sem a ocorrência da pandemia o processo levaria, provavelmente, anos para se concretizar —, por outro lado trouxe novas rotinas desafios aos professores.

 

Há significativas diferenças entre um planejamento para aulas presenciais ou remotas, e isso não foi previsto com antecedência pelos professores quando da recomendação de fechamento das escolas e suspensão das aulas presenciais.

 

E é justamente neste tipo de situação que os gestores de instituições de ensino devem buscar inspiração para implementar a formação continuada de professores. Esta estratégia ganhou forças durante a pandemia, pois muitos professores precisaram, por exemplo, aprender a gravar, editar e exportar suas aulas em vídeo para enviar aos alunos. Ou então, aprender a mexer nos recursos de plataformas como o Google for Education ou mesmo plataformas educacionais online como a Inicie.

 

Por isso, preparar os professores nesse sentido é uma das principais contribuições que as escolas podem oferecer no sentido da formação continuada. Existem diferentes maneiras de promover essa capacitação na sua instituição, e algumas possibilidades são:

 

  • a busca por consultorias especializadas em tecnologia para educação;
  • a oferta de cursos na modalidade EAD, onde as próprias metodologias de ensino neste formato já sejam apresentadas como possibilidades para os professores em capacitação;
  • a realização de aulas presenciais e rodas de conversa para que haja a troca de experiências entre os professores;
  • a aplicação de workshops práticos para capacitar os professores em atividades pontuais;
  • e a participação em palestras e seminários com especialistas em diferentes ramos ligados às práticas docentes.

 

E então, a formação continuada de professores passou a fazer ainda mais sentido para você? Se tiver dúvidas sobre como colocar essas estratégias em prática, entre em contato com nossos especialistas, será uma honra poder ajudar! Além disso, compartilhe este conteúdo com seus colegas e não deixe de acompanhar as novidades da Inicie!