Ensino híbrido como metodologia para ampliar o protagonismo do aluno

A compreensão do ensino híbrido como metodologia para impulsionar a aprendizagem faz cada vez mais sentido conforme aumenta sua adesão pelas escolas. Mais comumente conhecido como uma modalidade de ensino que mescla o digital com o presencial, é possível compreendê-lo também como ferramenta. Neste artigo você vai entender por quê.

O primeiro passo para adotar esta forma de enxergar vem da validação de seu funcionamento e da forma como isso impacta o processo de aprendizagem. O ensino híbrido promove uma inversão de papéis na sala de aula, trazendo o aluno para uma posição de protagonismo.

Os principais motivos que levam a isso são o estímulo à autonomia para buscar conhecimento e à disciplina para realizar as atividades mesmo sem a supervisão síncrona dos professores. Com esses dois elementos em prática os estudantes já se sentem mais empoderados e donos de seu próprio processo. Assim, têm seu protagonismo ampliado através do ensino híbrido.

Conheça a seguir os principais benefícios que o ensino híbrido traz para este processo e como contribui com o protagonismo dos alunos!

 

ensino híbrido

Autonomia

Em todas as modalidades de ensino híbrido há uma inversão de papéis entre aluno e professor, com relação ao formato tradicional de educação. Os estudantes deixam de somente assistir de forma passiva à exposição de conteúdos pelos professores. Nessas metodologias, os estudantes participam contribuindo com partes do conteúdo, e também buscam conhecimento ativamente através dos materiais disponibilizados e recomendados pelos professores.

Isso estimula o desenvolvimento da autonomia e do senso de dono dos estudantes com relação ao seu próprio aprendizado. Além disso, crianças e jovens recebem uma carga maior de responsabilidade, o que os ensina desde cedo a ter determinação e cumprir com seus deveres de forma autônoma e proativa.

Engajamento e motivação do aluno

Devido à personalização proporcionada pelo ensino híbrido, os estudantes se tornam automaticamente mais engajados. Pense em uma jornada de conteúdos de uma determinada disciplina da grade curricular. Agora, pense em pegar os temas pelos quais você mais se interesse e se aprofundar neles através de atividades pensadas exclusivamente para você.

É isso que o ensino híbrido proporciona para os seus alunos. Com a adequação da trilha de aprendizagem aos interesses dos alunos, aumenta sua motivação e, consequentemente, seu engajamento na escola, reduzindo a evasão.

Flexibilidade

Além de tornar a jornada personalizada, o ensino híbrido permite também que cada pessoa aprenda e se desenvolva no seu próprio tempo. A inserção de atividades assíncronas, através de recursos digitais, permite que as diferenças sejam respeitadas e que o ritmo de aprendizagem de cada aluno prevaleça.

As ferramentas digitais utilizadas para suportar o ensino híbrido possibilitam o estabelecimento de prazos, registro de seus cumprimentos e, com isso, o monitoramento do desempenho de cada aluno. Com base nesses dados, é possível desenhar estratégias individualizadas que atendam às necessidades identificadas e, assim, contribuam para motivar a todos.

Para além desses benefícios, as metodologias utilizadas permitem e estimulam a experimentação, a tentativa e o erro e, por consequência, a melhoria contínua.

Quanto mais os estudantes se expõem diante dos colegas e professores, exploram suas vulnerabilidades e se colocam dispostos a aprender, maiores as suas chances de crescimento. Tudo isso está extremamente alinhado com as diretrizes da BNCC, pensando nas competências e habilidades determinadas como essenciais na formação básica das crianças e jovens brasileiras.

Para saber mais sobre ensino híbrido e sua influência no protagonismo dos estudantes, navegue pelo site da Inicie Educação.! Atualizamos nosso blog com novos conteúdos toda semana para você estudar, e nossos especialistas também estão à disposição para tirar suas dúvidas. Entre em contato!